quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Playcenter, pena fecho...

PlayCenter fecha as portas depois de 39 anos; veja o que nunca sairá da memória de seus visitantes

 Passaporte da alegria, esse era o nome do ingresso para o parque e garantia de um dia de muita diversão. O PlayCenter ainda tinha algumas promoções e permitia a entrada gratuita na semana do seu aniversário e o chamado "passaporte Replay", que dava oportunidade de uma nova visita totalmente grátis! 


Ao entrar no parque você "ganhava" esse carimbo no pulso ou nas costas da mão, para identificar o livre acesso a todos os brinquedos. Muitas crianças queriam ficar sem tomar banho para poder exibir aos coleguinhas que tinham ido ao PlayCenter...
 

A bandeira do parque era vista de longe na Marginal Tietê
 

As excursões de escola eram sempre uma festa. E quando era anunciado o passeio no parque todos queriam ir, afinal, era a grande oportunidade de passar um dia todo se divertindo com os amigos e longe do olhar dos pais e outros adultos - 
 

Durante as Noites do Terror, que aconteciam geralmente no mês de agosto, o parque virava um verdadeiro episódio de "The Walking Dead", com monstros correndo atrás dos visitantes por todos os lados. Era sempre a época mais esperada para os frequentadores do PlayCenter.
 
 
O mistério da Monga, uma atração que ficou famosa nos anos 1980 e voltou a fazer parte do parque em 2007. A mulher macaca que aterrorizava os visitantes acabou se tornando muito querida (além de temida).
 
 
 Castelo dos Horrores era mais ou menos onde os monstros das Noites do Terror se escondiam... Neste castelo os visitantes entravam à pé em pequenos grupos e iam desbravando os cômodos mal assombrados do local. Monstros corriam atrás das pessoas, que saiam correndo até dar de cara com o lado de fora do prédio em um susto, no meio do parque. Tinha quem passasse mal de medo... 
 

 


 
È isso pessoal até o proximo post

 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário